>

Fonte: imagem
Agora posso dizer que marquei território nessa coluna! Falar Dele, para mim, é um prazer indescritível! Muitos já perceberam, acompanhando o Papel Tinteiro ou minha TL no Twitter, a paixão que tenho pelas músicas, pela voz, pelos acordes desse homem! Aliás, quem vê minhas músicas tocando no MSN sabem o quanto eu amo o som dele! Se o acho bonito? Não é um “Mc Steamy” da vida, mas todo o resto compensa… OMG! 

Dave John Matthews nasceu em 9 de Janeiro de 1967, em Joanesburgo. Vivem na África do Sul até 10 anos de idade e, após o falecimento do seu pai, sua família mudou-se para Nova Iorque. Retornou aos 12 anos para a África, estudou e ao terminar o ciclo escolar, retornou para a América. Trabalhou como barman e, encorajado por Tim Raynolds, inicia sua carreira musical. Diga-se de passagem, o cd que mais amo da banda é o “Live at Radio City”, de Dave com o Tim Raynolds! Vale a pena conferir!
Eu dediquei esse espaço a ele por conta de uma canção. Eu ouço essa música diariamente e confesso que, nos momentos que estou ruim, ela é o remédio da minha alma! Acredito que seja a cantada mais perfeita que possa existir no mundo e, se depender de mim, esse homem vai cantar no meu casamento (nem que, pra isso, eu tenha que abrir mão de festa e convidados pra sentar com ele e meu noivo, admirando a sincronia perfeita entre os dedos dele e o violão)!
A música que mais gosto é Crash Into Me, do cd Crash, de 1996, especificamente a terceira faixa do álbum!
É ou não é pra ficar apaixonada?

Compartilhe:

Comentários via Facebook