Trabalho Auxiliado - Otimização no Consultório!

O trabalho auxiliado no consultório é importante para o Dentista: otimiza tempo, diminui os esforços repetitivos e consequentes lesões oriundas da prática da Odontologia, etc. Mas você Colega, sabe quais são as atribuições de um ACD e THD?

Esse conhecimento se faz necessário partindo do princípio que, legalmente, são trabalhadores com formação profissional, registrados no Conselho Federal de Odontologia. Logo, se dividem nossos humildes 9m² por 8 a 10 horas diárias, merecem nosso respeito!

A regulamentação das funções exercidas por esses profissionais partiu do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) e da Coordenação Nacional de Saúde Bucal (CNSB). A metodologia abordada para a definição e atribuição de tais tarefas, envolveu inúmeras entidades competentes e responsáveis pela execução legal do trabalho. O perfil de atuação do ACD e THD foi homologado em 21 de outubro de 2003.

A elaboração do perfil de trabalho desses profissionais levou em conta, de acordo com manual disponível no site do Ministério da Saúde, três pontos básicos: “coerência jurídico legal que rege o Sistema de Saíde no Brasil; necessidade de contemplar todos os aspectos relacionados à prática do THD e ACD; observância às Leis, decretos, Resoluções e Pareceres que regulam a formação e o trabalho do THD, ACD.”

Para execução das funções, o profissional precisa de formação de nível técnico, que dá direito a Certificado de Qualificação Profissional (Decreto 2.208/97, Art. 8°, § 1° e Resolução GNE/GEB n° 04/99, Art. 8°, § 2°, inciso I). “Pode-se depreender, então, que a formação do ACD integra o itinerário de profissionalização do THD.”

O trabalho do ACD e THD está sob supervisão do Cirurgião Dentista e se sustenta no Código de Ética Odontológico (CEO). Tem como objetivo a prevenção, promoção e recuperação da saúde bucal e podem atuar em serviços públicos ou privados.

O assunto é amplo e o manual completo está disponível aqui.

Vamos abordar a atuação desses profissionais dentro do consultório e às práticas clínicas competentes a eles.

  • realizar controle de placa bacteriana conforme seu nível de atuação
  • realizar remoção de cálculos, conforme seu nível de atuação
  • orientar o paciente quanto ao controle de placa
  • realizar tomadas radiográficas de uso odontológico
  • realizar procedimentos de paralização de lesões de cárie, conforme seu nível de atuação
  • realizar procedimentos restauradores, conforme seu nível de atuação
  • moldagens
  • confeccionar moldeiras
  • remoção de suturas
  • instrumentar profissionais
  • realizar ações de educação em saúde, bem como orientação e supervisão de higiene oral
  • manuseio de equipamentos odontológicos
  • manipular materiais odontológicos
  • confeccionar modelos de gesso
  • processamento radiográfico
  • realizar orientações pré e pós operatórias
  • preparar o paciente para atendimento
  • realizar procedimentos de primeiros socorros
  • utilizar agentes químicos para o controle de doenças bucais
  • realizar controle de infecção em Odontologia
  • aplicar medidas de segurança no armazenamento, transporte, manuseio e descarte de resíduos e produtos odontológicos
  • operar equipamentos odontológicos
  • realizar rotinas de atendimento ao paciente
  • identificar situações de emergência
  • adotar medidas de prevenção e proteção relacionadas ao trabalho odontológico

São profissionais que estão formados e prontos para complementar o nosso dia a dia! Valorize seu profissional! Eles são importantes para a realização e reconhecimento do nosso trabalho!

Compartilhe:

Comentários via Facebook

comentários